Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate

ptzh-CNenfrjaes

Opções de acessibilidade

Página inicial > Projeto Carroceiro
Início do conteúdo da página

PROJETO CARROCEIRO

Publicado: Sexta, 16 de Setembro de 2016, 11h59 | Última atualização em Sexta, 16 de Setembro de 2016, 11h59 | Acessos: 16072

O PROJETO CARROCEIRO da UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DA AMAZÔNIA tem por objetivo realizar o atendimento clínico GRATUITO dos animais que realizam o trabalho de tração (cavalos, burros e jumentos) e, além disso, conscientizar seus donos sobre a importância de se manter estes animais saudáveis, visto que em muitos casos, eles são a única fonte de renda para a família do proprietário. O combate aos maus-tratos é o ponto fundamental de nosso trabalho; temos recebido muitos casos de traumas, doenças e mutilações que poderiam ser facilmente evitadas. No entanto, a baixa escolaridade de muitos carroceiros e a falta de responsabilidade, fazem com que estes animais sofram e não raramente venham a morrer de fome, exaustão ou então simplesmente são abandonados em vias públicas.

Denúncias

Muitos proprietários ao terem seus animais apreendidos reclamam que estamos tirando seu ganha-pão. No entanto, observe alguns fatos bem comuns neste meio!

1. Apesar de ser seu “ganha-pão”, a maioria não se preocupa com o bem-estar do animal. Fazem os animais trabalhar exaustivamente, puxando grandes pesos em uma carroça nem um pouco adequada para o serviço de tração. Não é raro estes virem a óbito por cansaço extremo. Veja abaixo um destes casos, bem em frente á Universidade!

                      

2. Estes animais podem transmitir algumas zoonoses (doenças transmitidas ao homem pelos animais). Uma delas é a brucelose, que causa esterilidade, manchas e dores no corpo, acompanhadas de febre. Esta lesão ao lado é típica desta doença nos cavalos. .            Tenha cuidado!

 

3. Animais que aparentam estar muito debilitados tem uma grande chance de serem portadores do vírus da Anemia Infecciosa Eqüina – AIE. Esta é uma doença altamente transmissível entre estes animais e não possui cura. Ou seja, além do risco de contaminação para os outros animais é um fato grave estar fazendo um animal doente trabalhar.

       

4. Mesmo após um longo dia de trabalho, vários destes animais não recebem sequer um banho ou alimentação, sendo soltos nas vias públicas para que se alimentem destes capins de beira de rua. Isto contribui muito para a ocorrência de acidentes de trânsito e morte destes animais por atropelamento. Mesmo aqueles que não são soltos nas ruas, não possuem um lugar adequado para ficar. Veja abaixo:

                              NÃO SE ARRISQUE DENUNCIE !

Parceiras      

O Projeto Carroceiro atua em parceria com alguns órgãos públicos que possibilitam o funcionamento das atividades. São eles:

  • Delegacia Especializada em Meio Ambiente – DEMA: órgão da Polícia Civil que faz apreensões e recebe denúncias de maus-tratos. Para entrar em contato ligue 3238-3132/3238 1225/3243 0122

  • Tribunal de Justiça do Estado do Pará – Juizado Especial Criminal do Meio Ambiente (JECRIM)

  • Prefeitura Municipal de Belém – Centro de Controle de Zoonoses (CCZ): 3327 2088/3247 3001/3227 0355

  • Polícia Militar do Pará – Batalhão de Policiamento Ambiental

Uma importante conquista foi á aprovação em março de 2008, através do Conselho Federal Gestor dos Fundos de Direitos Difusos – CFDD, de uma verba de 300 mil reais para a construção das instalações do Projeto Carroceiro. Isto garantirá um melhor atendimento dos animais, mais conforto aqueles que precisem de internação e a possibilidade de realização de cirurgias gastrointestinais, algo até então impossível por falta de estrutura. O início das obras está previsto para Janeiro de 2009.
Com isto esperamos tornar o Projeto Carroceiro uma referência em atendimento de eqüídeos e uma importante arma no combate aos maus-tratos.


Doe ração, medicamentos, materiais de procedimento,   ferramentas, materiais de manejo (cordas, arreios, selas etc.) ou em espécie:


Banco do Brasil:  Agência: 1674-8 / Conta Corrente: 10257-1


Contatos:  3210 5264 / 3210 5137

Fim do conteúdo da página

Avenida Presidente Tancredo Neves, Nº 2501 Bairro: Terra Firme  Cep: 66.077-830 Cidade: Belém-Pará-Brasil