Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate

ptenes

Opções de acessibilidade

Página inicial > Últimas Notícias > UFRA PARTICIPA DO PROGRAMA NACIONAL DE CONTROLE E ERRADICAÇÃO DA BRUCELOSE E TUBERCULOSE
Início do conteúdo da página
Ultimas Notícias

UFRA PARTICIPA DO PROGRAMA NACIONAL DE CONTROLE E ERRADICAÇÃO DA BRUCELOSE E TUBERCULOSE

IMG 20150407 WA0011

O Laboratório de Imunologia e Microbiologia Veterinária do Instituto de Saúde e Produção Animal (ISPA) da Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA) ofereceu, no último dia 6, um curso que faz parte do Programa Nacional de Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose (PNCEBT), do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

  • Publicado: Segunda, 13 de Abril de 2015, 14h17
  • Última atualização em Sexta, 30 de Dezembro de 2016, 09h13

 

Voltado para profissionais da área de Medicina Veterinária, o curso, com carga horária de 40h, também abordou Noções em Encefalopatias Espongiformes Transmissíveis e Raiva.

Com o objetivo dehabilitar médicos veterinários no diagnóstico de Tuberculose e Brucelose em animais de produção, assim como ter noções sobre encefalopatias espongiformes e Raiva, o curso foi instituído em 2001 pelo PNCEBT e é realizado pela UFRA desde 2004. Sarah Regina Bezerra, formada em 2012 pela universidade, falou sobre a importância do curso para os médicos veterinários: “O curso é de grande importância para nós, médicos veterinários, pois utiliza esses profissionais com a legislação vigente estabelecida pelo MAPA, permitindo que em todas as regiões do país se realizem os mesmos métodos de diagnósticos para as doenças de Brucelose e Tuberculose”.

A brucelose, causada pela Brucella abortus, e a tuberculose, causada pelo Mycobacterium bovis, estão disseminadas por todo o território nacional. Sabe-se que a brucelose atinge tanto o gado de corte quanto o gado de leite, enquanto que a tuberculose é um problema mais sério para os produtores de leite. Ambas as enfermidades afetam também a população de bubalinos. “Essas enfermidades são zoonoses e podem afetar o rebanho causando óbito e perdas econômicas”, afirma o professor Alexandre Casseb, professor de Imunologia e Microbiologia Veterinária e ministrante do curso.

Jennifer Nauar e Thainá Barbosa – ASCOM/UFRA

Fim do conteúdo da página

Avenida Presidente Tancredo Neves, Nº 2501 Bairro: Terra Firme  Cep: 66.077-830 Cidade: Belém-Pará-Brasil