Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate

ptenes

Opções de acessibilidade

Página inicial > Últimas Notícias > Com apoio da Ufra, paraenses conquistam medalhas no 18º Campeonato Brasileiro de Dança Esportiva em Cadeira de Rodas
Início do conteúdo da página
Ultimas Notícias

Com apoio da Ufra, paraenses conquistam medalhas no 18º Campeonato Brasileiro de Dança Esportiva em Cadeira de Rodas

  • Publicado: Sexta, 25 de Outubro de 2019, 14h46
  • Última atualização em Sexta, 25 de Outubro de 2019, 15h37

dança cadeira de rodas 1

Uma modalidade paralímpica relativamente recente no Brasil, a dança em cadeira de rodas tem ganhado aos poucos espaço e reconhecimento também no Pará. Com apoio institucional da Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra), os integrantes do Grupo Exíbela acabam de conquistar cinco medalhas no 18º Campeonato Brasileiro de Dança Esportiva em Cadeira de Rodas. A competição ocorreu nos dias 18 e 19 de outubro, em Juiz de Fora (MG).

A equipe paraense teve os seguintes resultados: duas medalhas de ouro, sendo uma na categoria Combi Estreante para a dupla Wander Oliveira e Andreza Caroline e uma na categoria Combi Iniciante para a dupla Sérgio Júnior e Íris Santos; duas medalhas de prata nas categorias Single Masculino para Sérgio Júnior e Freestyle para a equipe; e uma medalha de bronze na categoria Single Feminino para Andreza Caroline.

Promovido pela Confederação Brasileira de Dança em Cadeira de Rodas (CBDCR), o campeonato foi disputado por atletas de diversos estados, como Sergipe, Paraíba, Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo, além do Pará e de alguns atletas do México. O evento foi realizado em conjunto com a Mostra Nacional de Dança Artística, ocasião em que a equipe paraense realizou a apresentação “Lenda do Boto”. A participação do grupo no campeonato também contou com apoio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (SEEL) do Governo do Pará.

Desde o início do ano, o Grupo Exíbela realiza seus treinamentos na sala de danças do Ginásio Poliesportivo da Ufra, campus Belém. O espaço do treinamento foi reformado com rampa de acessibilidade, corrimões, pintura, refrigeração e bebedouros, entre outros. “A universidade tem se preocupado em fomentar todos os esportes, entre eles as modalidades inclusivas, investindo tanto em infraestrutura de acessibilidade quanto na qualificação de seus servidores na área de esportes inclusivos”, destaca o gerente de Esportes, Eventos e Cultura, Celso Silva.

O professor Wander Oliveira, atleta e treinador do Grupo Exíbela, conta que os resultados foram uma grata surpresa para a equipe. “Nós ainda enfrentamos grande dificuldade nesse esporte aqui na região, enquanto outros estados já estão à frente. Fomos para o campeonato, mas mantivemos os pés no chão e nos preparamos psicológica e tecnicamente, sabendo que poderíamos voltar com ou sem medalhas. O resultado acabou sendo o melhor possível”, comemora o educador físico. “Mais do que a medalha, o mais importante é a qualidade de vida dos atletas”, declara.

O professor participou em 2016 do campeonato brasileiro como treinador do atleta Sérgio Júnior, que na época foi vice-campeão. Sérgio, aliás, é o único atleta do Brasil na modalidade a possuir uma cadeira motorizada e a expectativa agora é por uma possível participação dele no Mundial na Alemanha e nas Paralimpíadas de Tóquio, ambas em 2020.

Além das aulas de dança esportiva em cadeira de rodas, a Ufra iniciou, também este ano, as atividades de futebol de surdos, em parceria com a Associação de Surdos de Ananindeua e, em breve, oferecerá também aulas de vôlei sentado. Para ofertar esta última modalidade, a universidade está fazendo um mapeamento de demandas tanto com a comunidade interna quanto com a externa, além de investir no aperfeiçoamento de servidores na área. Sobre a parceria, Wander Oliveira declara: “tem sido fundamental esse apoio da universidade, pois trabalhar com deficientes exige um espaço adaptado, que nós não tínhamos”.

dança cadeira de rodas 3

Texto: Jussara Kishi

Fotos: Cristian Brabo

Ascom Ufra

Fim do conteúdo da página

Avenida Presidente Tancredo Neves, Nº 2501 Bairro: Terra Firme  Cep: 66.077-830 Cidade: Belém-Pará-Brasil