Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate

ptenes

Opções de acessibilidade

Página inicial > Últimas Notícias > Em parceria com a Ufra, Prefeitura de Parauapebas lança o programa SisMulher
Início do conteúdo da página
Ultimas Notícias

Em parceria com a Ufra, Prefeitura de Parauapebas lança o programa SisMulher

  • Publicado: Sexta, 06 de Setembro de 2019, 15h22
  • Última atualização em Sexta, 06 de Setembro de 2019, 15h25

Ocorreu no dia 27 de agosto, no auditório da Prefeitura de Parauapebas, o lançamento oficial do programa SisMulher (Sistema Integrado de Gerenciamento ao Atendimento à Mulher de Parauapebas). Servidores municipais, representantes do Poder Executivo, Judiciário e servidores da Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra) participaram do evento.

O SisMulher estava em construção desde 2018 e surgiu da parceira entre a Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres (SEMMU), Secretaria de Planejamento de Parauapebas, Ufra e representantes dos órgãos da rede de atendimento das mulheres vítimas de violência no Município, tais como Centro Judicial de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc), Centro de Referência de Atendimento à Mulher (CRM), Casa Abrigo, entre outros. Trata-se de um sistema interno da Prefeitura de Parauapebas que contará com os dados das mulheres que buscam por qualquer um dos órgãos da rede de atendimento às mulheres do Município, tanto as vítimas de violência que procuram serviços, como a Casa Abrigo, quanto as que buscam órgãos da Prefeitura que oferecem cursos, principalmente na área do empreendedorismo.

O objetivo do SisMulher é gerar dados reais e concretos acerca do funcionamento da rede de atendimento às mulheres, as principais demandas e a quantificação de mulheres que procuram os serviços. Os serviços ofertados serão especificados e, juntamente com as demais demandas, todas as informações serão sistematizadas em relatórios, expressando dados reais sobre o funcionamento desses serviços, identificando, assim, suas lacunas e fomentando mais políticas públicas para as mulheres.

A parceria da Ufra com a SEMMU surgiu em 2017, através do projeto de extensão “Violência doméstica e violência de gênero: um debate necessário!”, coordenado pelas professoras Josilene Mendes e Daniela Castro, da Ufra campus Parauapebas. De acordo com Josilene, o objetivo do projeto de extensão é levantar dados sobre violência contra a mulher na região sudeste do Pará, sistematizá-los e divulgá-los, uma vez que esses dados na região estão espalhados ou inexistentes.

“A importância de termos um sistema como esse é que ele vai nos dar dados reais, por meio dos relatórios, de como é que a rede de atendimento à mulher está funcionando em Parauapebas. Nós temos na cidade uma rede de atendimento completa. O objetivo desse sistema é, justamente, melhorar essas políticas públicas. Vamos ter dados reais e vamos fomentar essa política pública. Saberemos identificar exatamente qual é a lacuna da rede de atendimento para poder melhorar”, ressalta Josilene.

Fim do conteúdo da página

Avenida Presidente Tancredo Neves, Nº 2501 Bairro: Terra Firme  Cep: 66.077-830 Cidade: Belém-Pará-Brasil