Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate

ptenes

Opções de acessibilidade

Página inicial > Últimas Notícias > Ufra implementa unidade para pesquisa de floresta de várzea
Início do conteúdo da página
Ultimas Notícias

Ufra implementa unidade para pesquisa de floresta de várzea

  • Publicado: Terça, 03 de Setembro de 2019, 11h30
  • Última atualização em Terça, 03 de Setembro de 2019, 11h53

Ocorreu entre os dias 23 a 30 de agosto de 2019, na comunidade Santo Ezequiel Moreno, os primeiros trabalhos para a implantação de uma unidade para pesquisa de floresta de várzea. A unidade está sendo instalada no Projeto de Assentamento Agroextrativista (PEAEx Acutipereira), no município de Portel-PA. A atividade, conduzida pela Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra), tem como equipe de trabalho alunos do Programa de Educação Tutorial da Ufra (PET Florestal), facilitadores e demais colaboradores das comunidades.

A pesquisa será realizada ao longo de 36 meses e possibilitará a instalação de 12 hectares de parcelas permanentes, nas quais serão avaliados os efeitos do manejo das várzeas para a produção de açaí, e será composta por três etapas;

1ª Conhecimento, que se refere ao levantamento de dados por meio da realização do inventário das espécies arbóreas, palmeiras, cipós etc., da Entomofauna, incluindo polinizadores e demais grupos envolvidos na reprodução das espécies, caracterização dos atributos químicos, físicos e biológicos do solo;  

2ª Monitoramento, etapa que seguirá após os levantamentos dos dados da fase 1, serão coletados dados periodicamente, voltados ao conhecimento do comportamento das espécies da flora, fauna, de elementos do solo, água que estão envolvidos na manutenção da biodiversidade nas áreas em manejo e;

3ª Produção, determinação da capacidade de produção das várzeas para produtos com mercado conhecido, de forma que as comunidades possam planejar o uso das florestas, garantindo geração de renda, sustentabilidade e certamente, conservação da biodiversidade.

As atividades envolvem docentes da Ufra (Campus Belém e Paragominas), do Programa PET-Florestal, que estarão diretamente envolvidos na coleta, análise e interpretação dos dados, IFPA-Breves, técnicos da Embrapa Amazônia Oriental, EMATER-Melgaço, assim como professores, pesquisadores e orientadores, além de alunos dos programas de pós-graduação das instituições envolvidas e alunos de ensino fundamental e médio de escolas do PEAEx e comunidades do entorno, com os quais se pretende criar uma “rede de pesquisadores da floresta”. Este grupo estará diariamente na unidade, realizando observações e coleta de dados e de amostras, que vão alimentar os demais grupos envolvidos.

A socialização de todos os resultados e observações será constante, por meio de rodas de conversa, reuniões técnicas, seminários e outros meios, mantendo um canal de troca de informações e conhecimento entre todos os grupos envolvidos (instituições e comunidades).

Fim do conteúdo da página

Avenida Presidente Tancredo Neves, Nº 2501 Bairro: Terra Firme  Cep: 66.077-830 Cidade: Belém-Pará-Brasil