Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate

ptenes

Opções de acessibilidade

Página inicial > Últimas Notícias > Ufra Belém realiza cerimônia de formatura do curso de aperfeiçoamento em atendimento educacional especializado para a pessoa com autismo
Início do conteúdo da página
Ultimas Notícias

Ufra Belém realiza cerimônia de formatura do curso de aperfeiçoamento em atendimento educacional especializado para a pessoa com autismo

  • Publicado: Sexta, 30 de Agosto de 2019, 23h24
  • Última atualização em Quinta, 05 de Setembro de 2019, 13h17

IMG 4128

Ocorreu no último dia 28 de agosto, no campus Belém da Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra) a cerimônia de formatura de 80 professores da educação básica no curso de aperfeiçoamento em atendimento educacional especializado para a pessoa com autismo.

Com carga horária de 180 horas e a participação de cerca de 430 professores, o curso foi promovido pela Ufra através do Projeto TEA em parceria com o Ministério da Educação e prefeituras de seis municípios paraenses: Tomé-Açu, Paragominas, Parauapebas, Capanema, Capitão Poço e Belém. A capacitação tem como objetivo oferecer formação presencial a professores em exercício para atuar no atendimento educacional voltado para pessoas com Transtorno do Espectro Autista.

As aulas tiveram início em dezembro de 2018 e foram divididas em seis módulos. As atividades contemplaram não apenas o conhecimento teórico, mas também a prática com metodologias ativas e produção de material didático adaptado.

IMG 4114

A vice-reitora da Ufra, Janae Gonçalves, ressalta que esse projeto é de extrema relevância para a sociedade e que o papel da universidade é trabalhar para que haja mais inclusão nas escolas. “Cada um desses professores vai multiplicar o conhecimento nas suas salas, vai enxergar e buscar fazer com que cada aluno se sinta incluído em todas as ações educacionais” – complementa.

IMG 4097

Para o prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho, é importante aprimorar o conhecimento, aperfeiçoar as ferramentas educacionais e melhorar as relações pedagógicas tendo em vista a inclusão de alunos com Transtorno do Espectro Autista. “Com isso, quem ganha é sociedade com aprimoramento dos seus valores e com a inclusão social” – enfatiza.

Diversos professores já estão colocando em prática os conhecimentos adquiridos no curso. Denise Marruaz, professora da Escola Municipal Antônio Carvalho Brasil, atua desde 2014 com alunos com deficiência e conta que, mesmo já tendo uma especialização em Educação Inclusiva Especial, o curso do Projeto TEA foi enriquecedor. “A partir desta experiência começamos a perceber características fundamentais para avaliar melhor o processo de desenvolvimento do estudante, além de aprender a orientar melhor as famílias sobre os direitos dos alunos e de fazê-los se sentirem mais acolhidos dentro da escola” – disse.

Sob a coordenação da professora Flávia Marçal, o Projeto TEA é desenvolvido em todos os seis campi da Ufra, conta com 12 tutores e mais de 30 professores que atuam nesta formação, possibilitando a garantia do compromisso da Universidade com ações de ensino, pesquisa e extensão.

IMG 3995

Texto: Isadora Simas

Fotos: Mário Guerrero

Revisão: Ben Rholdan

Fim do conteúdo da página

Avenida Presidente Tancredo Neves, Nº 2501 Bairro: Terra Firme  Cep: 66.077-830 Cidade: Belém-Pará-Brasil