Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate

ptenes

Opções de acessibilidade

Página inicial > Últimas Notícias > UFRA APOIA PROPOSTA DE CRIAÇÃO DE CLÍNICA-ESCOLA PARA AUTISMO
Início do conteúdo da página
Ultimas Notícias

UFRA APOIA PROPOSTA DE CRIAÇÃO DE CLÍNICA-ESCOLA PARA AUTISMO

  • Publicado: Terça, 23 de Abril de 2019, 09h33
  • Última atualização em Terça, 23 de Abril de 2019, 09h35

ClinicaEscola

A Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) realizará, no próximo dia 25, às 9h, uma Sessão Especial para apresentar e discutir o projeto “CETEA – Clínica-Escola para Autismo no Pará”. A proposta, construída por um Grupo de Trabalho composto por Ongs e movimentos de mães e pais de pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA), além da Comissão de Direitos Humanos da Alepa, conta com o apoio institucional da Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra).

O projeto visa garantir formação profissional nas áreas de educação, saúde e serviços públicos em geral, assim como atendimento educacional especializado específico para autismo, com foco no modelo de residência pedagógica e presença de equipe multiprofissional e multidisciplinar, acolhimento, atendimento e formação à família do autista e suporte especializado e humanizado de assistência social, saúde e cultura.

O Reitor da Ufra, Professor Marcel Botelho, recebeu, nesta segunda-feira (22), a Professora Flávia Marçal, coordenadora do Projeto TEA/Ufra, para tratar do apoio da instituição à causa. A Ufra dará apoio à realização de eventos e outras ações inclusivas, além das ações já existentes, como o Projeto TEA, que, em parceria com o MEC, promove o Curso de Aperfeiçoamento em Transtorno do Espectro do Autismo os seis municípios onde a Universidade possui Campi. O curso tem como objetivo oferecer formação presencial a 400 professores da rede pública em exercício para atuar no atendimento educacional especializado para estudantes com o transtorno.

Estima-se que no Brasil existam cerca de 2 milhões de autistas. Apesar do número elevado, essas pessoas enfrentam enorme dificuldade para ter acesso a diagnóstico e tratamento. O tema tem ganhado repercussão e tem sido motivo de mobilização nas redes sociais. A expectativa é de que representantes de cerca de 40 municípios compareçam à sessão especial.

Em 2017, o deputado estadual Carlos Bordalo, presidente da Comissão, conseguiu a aprovação de um projeto de indicação do Governo do Estado para a criação de centros de referência para autistas, assim como a elaboração de uma política estadual voltada às pessoas com TEA.

Serviço

Data: 25/04

Hora: 9h

Local: Auditório João Batista - Alepa

Com informações do Projeto TEA/Ufra

Fim do conteúdo da página

Avenida Presidente Tancredo Neves, Nº 2501 Bairro: Terra Firme  Cep: 66.077-830 Cidade: Belém-Pará-Brasil