Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate

ptzh-CNenfrjaes

Opções de acessibilidade

Início do conteúdo da página
Ultimas Notícias

COMUNIDADE ACADÊMICA CELEBRA 67 ANOS DA UFRA EM BELÉM E CAPANEMA

  • Publicado: Quarta, 25 de Abril de 2018, 13h30
  • Última atualização em Quarta, 25 de Abril de 2018, 17h32
  • Acessos: 947

Servidores e estudantes participaram, nesta terça-feira, 24, da programação em comemoração ao aniversário da Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra), que completou 67 anos no dia 17 de abril. A celebração ocorreu no Edifício Rubens Lima (Prédio Central), no Campus sede, e contou com apresentações culturais, a exposição fotográfica “Nossa Memória”, culto ecumênico, lançamento de livros, show de talentos, palestras e mesa redonda. Paralelamente, a comunidade acadêmica do Campus Capanema também realizou um evento em alusão à data.

No Campus sede, a mesa de abertura foi composta pelo Reitor, Prof. Marcel Botelho; pela Vice-Reitora, Profa. Janae Gonçalves; pelo Secretário de Desenvolvimento Agropecuário e de Pesca do Pará, João Carlos Ramos; pelos Pró-Reitores da Ufra de Ensino, Ruth Falesi, de Extensão, Eduardo Lima, de Pesquisa, Nazaré Maciel, de Gestão de Pessoas, Saulo Wanzeler, e de Planejamento, Silvana Brito; e pelos Pró-Reitores Adjuntos de Assuntos Estudantis, Antônio Moreira, e de Administração e Finanças, Kleyton Lisboa. O hino nacional foi executado pelo Quarteto de Cordas da Escola de Música da Universidade Federal do Pará (UFPA).

O Secretário de Desenvolvimento Agropecuário e de Pesca, que, na ocasião, representou o Governador do Pará Simão Jatene, afirmou que “ter uma universidade de excelência nas ciências agrárias permite entender a própria grandiosidade da região” e disse que é do interesse do Governo do Estado manter parcerias com a Ufra visando ao desenvolvimento do Pará.

O Reitor proferiu a palestra “Relatos do passado: um presente em construção e um futuro promissor”, na qual fez um apanhado histórico da Universidade, desde a criação da Escola de Agronomia da Amazônia (EAA), em 1951. “O então diretor Felisberto Camargo, em seu discurso de lançamento da pedra fundamental da instituição, como se fosse uma profecia, disse a seguinte frase: ‘todo o futuro da região está nas mãos dos estudantes que passarem por esta escola, simplesmente porque o futuro da Amazônia depende, mais do que tudo, do desenvolvimento das riquezas agrícolas’. Essa frase foi dita em 1951 e continua presente na nossa universidade como uma lembrança da sua importância para esta região”, disse.

A instituição foi transformada em Faculdade de Ciências Agrárias do Pará (FCAP) em 1972 e, finalmente, em Universidade Federal Rural da Amazônia no ano de 2002. Segundo o Reitor, a Ufra foi responsável pela formação dos profissionais que foram fundamentais para o desenvolvimento do setor agropecuário da região. Hoje, a Universidade, que está presente em seis Campi e tem expandido suas áreas de atuação para além do rural, encara novos desafios, tais como a inclusão e a internacionalização. “Hoje somos pouco mais de 500 professores, cerca de 1.000 servidores técnico-administrativos e mais de 7 mil alunos: uma pequena cidade que apresenta um potencial transformador da realidade de toda essa região”, disse.

Após a palestra, houve o lançamento do novo vídeo institucional da Ufra. Com duração de cerca de 12 minutos, o vídeo apresenta as atividades desenvolvidas na instituição e sua estrutura. A programação da manhã contou, ainda, com um culto ecumênico com participação do Padre Manoel Abrãão Farias, da Paróquia São Domingos Gusmão, e da Pastora Dagmar Brito, da Comunidade Evangélica Integrada da Amazônia. Encerrada a solenidade, a comunidade foi convidada a cantar os parabéns e degustar um bolo de 2 metros, enquanto assistia à apresentação do grupo de dança “Viver com Alegria” no saguão do prédio central.    

Para o estudante Gabriel Andrade, do curso de Agronomia, o evento é importante não apenas para celebrar, mas também para fortalecer os laços entre os membros da comunidade. “É muito válido para todos nós ter alunos e servidores unidos comemorando os 67 anos da Universidade, não só pelo evento em si, mas por esse momento de união. É um evento que nos aproxima ainda mais aqui dentro”, disse.

À tarde, a programação de aniversário continuou no Campus Belém com a realização da Mesa Redonda “A Universidade que queremos – políticas públicas de inclusão e democratização do conhecimento”, no Anfiteatro do Instituto Ciberespacial (ICIBE). A mesa foi mediada pela Assessora de Inclusão Social da Ufra, Profa. Tatiana Pacheco, e contou com participação de três convidadas: Profa. Ivanilde Apoluceno de Oliveira, que atua na área de educação, com ênfase em Filosofia da Educação, Educação Popular e Educação Inclusiva; Eliene Rodrigues Putira Sacuena, biomédica e primeira mulher indígena a concluir graduação na UFPA; e Joana Machado, atuante nas temáticas de Educação Quilombola, Educação do Campo, Movimentos Sociais Negros, Comunidades Negras Rurais e Quilombolas.

Às 16h, a Editora da Universidade, EUFRA, realizou o lançamento oficial de três publicações: “História da colonização do Nordeste Paraense”, de Fabrício Rebello e Alfredo Homma; “Manual para análise de inventário florestal e equação de volume em projetos de manejo florestal sustentável”, de Luciana Maria de Barros Francez, Fábio de Jesus Batista, Cintia Lika Inada Takehana, Paulo Luiz Contente de Barros, Deivison Venicio Souza, Walmir Carneiro Corumbá e Edson Marcos Leal Soares Ramos; e “Gestão Pública: um olhar dos servidores”, que reúne produção científica de diversos servidores da Ufra.

Ainda em comemoração pelos 67 anos da Universidade, no próximo dia 28 será realizada a ação “Desbravando a Ufra”, com atividades esportivas e recreativas abertas a toda a comunidade acadêmica”.

Grupo de dança “Viver com Alegria”

 

Quarteto de Cordas da UFPA executando o Hino Nacional

 

 

 


 

Exposição fotográfica "Nossa Memória"

 

 

aniversario ufra 67 capanema

Evento comemorativo no Campus Capanema.

 

aniversario ufra icibe 1

Mesa Redonda “A Universidade que queremos – políticas públicas de inclusão e democratização do conhecimento”.

 

aniversario ufra icibe 2

Texto: Jussara Kishi

Fotos (Campus Belém): Mário Guerrero

Fim do conteúdo da página

Avenida Presidente Tancredo Neves, Nº 2501 Bairro: Terra Firme  Cep: 66.077-830 Cidade: Belém-Pará-Brasil